Dr. Custódio José Duarte e Augusto Messias de Burgos, estratégicas coincidências que se atraem!

Segundo o pesquisador Dr. João Vasconcelos, em seu Livro a História do Racionalismo Cristão em São Vicente de 2011:

Há quem diga, mas isto não é garantido, que Augusto Messias de Burgos levou para Santos o espírito do seu conterrâneo Custódio Duarte,”...

Para aferição desta citação, destacamos que tanto o Dr. Custódio José Duarte como a do Senhor Augusto Messias de Burgos, são figuras carismáticas, mas não se encontram informações que deem consistência para tal comentário.

Vejamos, o Dr. Custódio José Duarte nasceu em Vila Real de Trás-os-Montes, a 16 de junho de 1841, formou-se em medicina na Escola Médico-Cirúrgica do Porto, defendeu sua tese em 1865, em seguida, foi para Cabo Verde, faleceu em Mindelo, Ilha de S. Vicente no dia 19 de setembro de 1893.

Entre os anos de 1866 a 1876, portanto durante 15 anos exerceu a medicina em várias ilhas do arquipélago, porém sua residência fixa era na calma cidade de Mindelo, num lugar escasso por recursos, assim rapidamente, como médico tornou-se uma figura proeminente, e entre 1877 a 1893, foi condecorado por relevantes serviços durante as epidemias de cólera, varíola e febre amarela, além da medicina, também foi presidente da Câmara Municipal de São Vicente, chefe de saúde, até retirar-se e desencarnar prematuramente em 1893.

Em Custódio José Duarte há, porém, uma cousa superior talvez ao seu talento poético: - é a sua grandeza moral, é a austeridade intransigente do seu caráter, é a elevação daquela alma inesgotável em dedicações. A sua vida, dos 18 anos até hoje, que conta 36 feitos, é um heroísmo constante, destes heroísmos obscuros e silenciosos, que são tanto maiores quanto despercebidos.” Por Alexandre da Conceição.
clique em qualquer imagem
para AMPLIAR

O autodidata Sr. Augusto Messias de Burgos nasceu em 12 de julho de 1868, Mindelo, Ilha de São Vicente, e aos 18 anos, em 1886, viajou ao Brasil e viveu em Santos até o dia 23 de abril de 1945.

Se estima que casou-se entre os anos de 1896-1897, ao longo de seu matrimônio teve 5 filhos, se desconhece como e porquê o senhor Burgos mergulhou na espiritualidade e como se tornou um médium determinado, atendendo em sua pequena e humilde casa atendeu a muitos e fez muitas curas em obediência ao guia espiritual Dr. Custódio José Duarte.

Como a alusão do Professor João Vasconcelos refere-se aos primeiros anos do século XX, a literatura da época é quase inexistente, o que se encontra são apenas relatos dos familiares do Senhor Burgos e de raras pessoas que buscaram por lenitivo no Centro Espírita do médium Augusto Messias de Burgos;

Vovô era médium receitista. Prescrevia tratamentos guiados pelo espírito do médico, Custódio José Duarte.” Amyrthes de Jesus Burgos da Silva (1928) e Annyce Burgos de Brito (1930)

"Eu, devido aos padecimentos e desgostos por que tenho passado, fui procurar o bálsamo no espiritismo, o que felizmente encontrei." Janeiro de 1908, por Luiz Alves Thomaz.

Luiz de Mattos pede receita para os seus, e, após receitar, o Guia Médico, Dr. Custódio Duarte, diz-lhe: “Já são meus enfermos, estão melhorando e hão-de ficar bons”. Livro Assim surgiu o Racionalismo Cristão de Antonio Cottas


Mas o que ressalta aos olhos de observadores mais atentos, é que entre o médium Senhor Burgos e o espírito de Custódio Duarte, há proximidade, dedicação, sintonia e confiança mútua entre ambos, que proporcionam ao próximo o lenitivo almejado.
clique em qualquer imagem
para AMPLIAR

A estratégica coincidência do Dr. Custódio José Duarte após defender sua tese “Responsabilidade médico-cirúrgica” em 1865, e imediatamente iniciar sua carreira na deslocada cidade de Mindelo, sem luz, sem água corrente, e com reduzido número de médicos, nos leva a pressupor que o Senhor Augusto Messias de Burgos natural de Mindelo, ao nascer em 1868 e a sua mãe Senhora Isabel Messias de Burgos, possivelmente receberam assistência médica do Dr. Custódio José Duarte.

Da mesma forma que se encontra literatura sobre conexões entre o espírito do Padre Antônio Vieira e o transmontano Luiz José de Mattos, também se encontram conexões sobre Augusto Messias de Burgos e o espírito do transmontano Dr. Custódio José Duarte, então se pode indagar; o que faz dois transmontanos, desconhecidos entre si, em décadas diferentes, largarem seu torrão natal e ainda jovens se deslocarem para cidades diferentes, da mesma maneira assim o fez Senhor Burgos, aos 18 anos, deixou Mindelo viajou para Santos, onde construiu sua vida e família e como médium abriu seu próprio Centro Espírita.
clique em qualquer imagem
para AMPLIAR

Na sequência todos se encontraram no mesmo Centro Espírita do Senhor Augusto Messias de Burgos, dando-nos a entender que nada podia sair errado, então indagamos: Quem levou quem para Santos?

Dr. Custódio José Duarte e Augusto Messias de Burgos, estratégicas coincidências que se atraem!
Por Cabo Verde é Vida
Observações:
1 - Tanto o pai de Luiz de Mattos, Senhor Jose Lavrador e o pai de Augusto Messias de Burgos, Senhor José Messias de Burgos, ambos "José's" são espanhóis da região norte da Espanha.
2 - Também se pode lembrar que Dr. Custódio José Duarte e Luiz José de Mattos, ambos "José's" são transmontanos.

CONVITE

Casa-Chefe Rio de Janeiro

A todos os que sofrem com as decepções e reveses da vida ou aqueles que vivem num momento de bonança, convidamos a conhecerem a nossa filosofia espiritualista Racionalista Cristã, bem como os benefícios da corrente fluídica em uma de nossas reuniões públicas.
A entrada é franca e todos são bem-vindos!

Dias:
2as, 4as, e 6as feiras – das 20:00h às 21:00h
A entrada é permitida entre 19:20h até as 20:07h
Consulte o endereço que mais lhe convém e horários:
Ou tire suas dúvidas:

Visite nossa Filial Porto Novo
a entrada é franca e todos são bem-vindos!
Avenida Amílcar Cabral
Ilha de Santo Antão - CABO VERDE

Conheça: Burgospedia - Comunidade Burgalesa

Poderá gostar de conhecer: